Pastorais e Movimentos

Imprimir

Pastoral da Criança

Hoje presente em todo Brasil, especialmente nos bolsões de miséria, a Pastoral da Criança vem sendo apontada como uma das organizações mais importantes de todo o mundo a trabalhar em saúde, nutrição e educação da criança, do ventre materno aos seis anos de vida, envolvendo necessariamente famílias e comunidades.

A dinâmica do trabalho consiste em treinar líderes comunitárias, que moram na própria comunidade, para a mobilização das famílias em atividades como a vigilância nutricional, através de pesagem de crianças e o acompanhamento do seu desenvolvimento e outros cuidados básicos, tais como: aleitamento materno, reidratação oral, imunizações, controle de infecções respiratórias, alimentos alternativos, plantas medicinais, acompanhamento de gestantes, enfim, uma série de ações que fazem parte do universo da Pastoral da Criança. Em nossa comunidade do Santuário São Vicente de Paulo, a Pastoral da Criança foi implantada em 1995 e atende famílias e crianças.

História

Em 1982, o então Cardeal de São Paulo, Dom Paulo Evaristo Arns encontrou o diretor executivo da UNICEF da época, James Grunt em uma reunião na Suíça sobre a paz mundial promovida pela ONU. Grunt sugeriu ao Cardeal uma ação da Igreja Católica brasileira para reduzir a mortalidade infantil.

A CNBB encampou a idéia. Para desenvolver tal projeto, D. Paulo convocou sua irmã, a médica sanitarista Zilda Arns, com o apoio do Dom Geraldo Majella Agnelo, na época Arcebispo de Londrina. O trabalho iniciou-se em 1983, na Paróquia de São João Batista, município de Florestópolis, Arquidiocese de Londrina, no estado do Paraná. Este município foi eleito por apresentar uma alta taxa demortalidade infantil (127 crianças para cada mil nascidas). Após um ano de atividades, a mortalidade infantil foi reduzida para 28 crianças para cada mil nascidas.

Diante do sucesso, no ano seguinte, o trabalho da Pastoral da Criança se expandiu para outras regiões brasileiras com apoio dos bispos. Atualmente, mais de 260.000 voluntários acompanham o desenvolvimento de quase 1,8 milhões de crianças de 0 a seis anos e quase 94 mil gestantes em 42 mil comunidades pobres, de 4.066 municípios, em todos os estados do país.

A partir do início de 2008, a Pastoral da Criança passou a ser coordenada pela Irmã Vera Lúcia Altoé, a primeira sucessora da Dra. Zilda Arns Neumann. Juntamente com a Irmã Vera Lúcia, um novo Conselho diretor assumiu os trabalhos na Pastoral da Criança, sendo constituído por Dom Aldo di Cillo Pagotto – Presidente do Conselho Diretor, Silvio da Rocha Santa’Ana – Tesoureiro do Conselho Diretor e Ana Ruth Rezende Góes – Secretário do Conselho Diretor.

Pastoral da Criança na São Vicente de Paulo

A Pastoral da Criança da paróquia São Vicente de Paulo, Moinho Velho – Ipiranga, conta com 8 líderes capacitadas, uma coordenadora e um grupo de apoio de aproximadamente 5 pessoas.

Realizamos nosso trabalho com mais ou menos 100 famílias e 120 crianças de 0 a 6 anos, além das gestantes.

Efetuamos visitas domiciliares a cada família, onde é feita a avaliação mensal do desenvolvimento físico, motor, mental e das condições de saúde e moradia de cada família.

Mensalmente nós reunimos as crianças, famílias assistidas, líderes, apoio e coordenação para a celebração da vida, que acontece no primeiro sábado de cada mês. Nessa ocasião, as crianças são pesadas e avaliadas em relação ao mês anterior nos itens saúde, sobrepeso, desnutrição, anemia, vacinas, etc… Como complemento, é oferecido às mães e crianças um pequeno lanche para coroar o nosso encontro.

Semanalmente é feita a entrega do Leite para as família participantes do programa Viva Leite. A entrega é realizada pelas líderes da Pastoral da Criança.

Conheça outras Pastorais e movimentos de nossa comunidade: